Com o avanço da pandemia e o isolamento social, muita coisa mudou. Com as estratégias de SEO não foi diferente, saiba as novas tendências.

Novo normal: como a pandemia impactou as estratégias de SEO?

2020 foi um ano atípico, repleto de mudanças. Em decorrência da pandemia do COVID19, o mundo – de uma hora para outra – mudou completamente. Lojas e comércios fecharam, bares e restaurantes se viram trabalhando apenas com delivery, hospitais entraram em colapso.

Estes são alguns exemplos de como este vírus que até então, poucos no mundo conheciam, impactou a vida e rotina de milhões de pessoas. Ao longo do ano, escutamos quase diariamente que logo o “novo normal” chegaria.

O que isso quer dizer? Algumas mudanças chegaram para ficar e nós tivemos – ainda temos, em alguns casos – que nos adaptar a isto. No Marketing Digital, essas mudanças foram radicais.

De repente, a internet era a única forma que as lojas tinham para vender. Todos os segmentos migraram para a plataforma online. Padarias, restaurantes, bares, lojas, comércios etc.

Os que não queriam apostar no mundo digital, se viram obrigados a investir nas redes e plataformas online. As empresas que já estavam presentes na internet, precisaram se destacar.

O mundo está mais conectado do que nunca!

O número de e-commerce aumentaram mais de 40% no Brasil. Um crescimento impulsionado pela pandemia e o novo hábito de consumo das pessoas. Afinal, que outra forma teríamos de adquirir um produto se não pela internet?

Tudo estava fechado! Essa era a única saída e até mesmo aqueles que tinham receio de comprar online, começaram a apostar neste recurso. E mais, este hábito não mudará após o fim da pandemia. É uma tendência que tende apenas a aumentar.

Com isso, as empresas precisam mais do que nunca apostarem nas estratégias digitais para estar na internet e se destacar nas plataformas. Isso porque, no digital ou presencial, a concorrência continua. Estar na frente dos concorrentes é essencial no mundo online.

Como? Com as estratégias de Marketing Digital. Este foi um dos setores que mais cresceram durante a pandemia. Justamente por isso, os empreendedores precisavam crescer na internet e somente essas ferramentas puderam ajudá-los.

Este é o novo normal para o Marketing Digital: o mundo está mais conectado do que nunca. As estratégias precisam ser mais precisas, otimizadas e eficientes. É o caso de SEO, uma das principais ferramentas do marketing na internet.

Entenda como essa estratégia será feita daqui para frente. O hábito de consumo mudou e consequentemente, as ferramentas de SEO também. Confira!

Primeira mudança clara: hábito de consumo da população

O hábito de consumo das pessoas mudou rapidamente. Antes da pandemia, já havia um crescimento do mercado online, isso é fato. Entretanto, com o isolamento social, os números de acessos e cliques nas ferramentas digitais explodiram.

Foi muito mais do que o esperado. As pessoas estavam comprando pela internet, mais do que nunca fizeram. Com isso, ficaram mais exigentes também. Sites que demoram para responder e não têm atendimento rápido ou informações acessíveis são rapidamente descartados pelos usuários.

Entrega demorada? Pior ainda, é um fator quase inaceitável para o consumidor online. Além é claro, das questões de segurança que os sites devem ter. Muita coisa mudou, as pessoas querem mais do que nunca, praticidade e otimização de tempo.

Mesmo após a pandemia, por que sair de casa, me locomover até determinada loja, se posso acessar o site e mandar me entregar? Esse raciocínio está sendo usado para todos os segmentos, até mesmo compras em mercados para o dia a dia.
Então, além de mais consumidores na internet, eles estão mais críticos e exigentes. É preciso saber lidar com isso e oferecer o melhor site e conteúdo possível para ganhar clientes – e não perdê-los para a concorrência.

É neste ponto que as estratégias de SEO entram: fazer um site crescer no ambiente online, ranqueá-lo entre as posições do Google e proporcionar mais cliques e acessos à ele.

O que mudou ou ficou evidenciado com a pandemia nas estratégias de SEO?

O primeiro impacto da pandemia nas estratégias de SEO é que ficou evidente o quanto as pessoas fazem pesquisas nos buscadores de acordo com suas prioridades e com o momento em que estão vivendo. Vamos explicar!

Nos primeiros meses de pandemia, quando poucas pessoas conheciam este vírus e tentavam se informar, as principais buscas eram sobre proteção contra COVID19, sintomas, como o vírus é transmitido, entre outras questões referente ao tema.

Depois de algumas semanas, as buscas mudaram. Naquele momento, a maioria das pesquisas no Google eram sobre home office, rotina de trabalho em casa, tutoriais de “faça você mesmo”, como fazer exercícios em casa, receitas novas etc.

Ou seja, as buscas acompanharam o sentimento e prioridade da população em relação à pandemia. Então, o primeiro ponto a ser destacado é que sentir o que está acontecendo no mundo e analisar dados dos buscadores, é essencial para fazer um bom planejamento de SEO com conteúdos verdadeiros e sensíveis.

Entender pelo o que seu público alvo está passando, como lidar com essa situação, o que essas pessoas estão pesquisando, são exemplos de informações úteis neste momento. Então, não é preciso usar apenas aquelas palavras chave fixas do seu segmento.

Vá adaptando essa lista de termos conforme o comportamento do seu público vai mudando.

Essa mudança na prática: entenda com exemplos!

Ou seja, produza conteúdos sobre sua empresa, mas que façam sentido com o momento em que a sociedade esteja passando – seja pandemia ou não. Acompanhe as tendências e não ignore as novidades.

Exemplo: A calça mom jeans destroyed é a moda do momento. Então, lojas de roupas devem aproveitar o momento e escrever sobre a história desse modelo, como usá-lo, quais famosos já usaram, entre outros temas.

Sobre a pandemia: empresas que vendem utensílios domésticos podem criar conteúdos sobre como aquele determinado produto pode ajudar as pessoas a melhorarem suas receitas.

Isso porque, com o isolamento social, o número de pessoas que começaram a cozinhar ou aprimoraram essa habilidade cresceu drasticamente. Mas lembre-se: não demonstre vantagem sobre a situação ou escreva qualquer conteúdo só porque está em alta, tem que fazer sentido e agregar informação para seu público-alvo.

Novas ferramentas do Google foram disponibilizadas para comerciantes

Durante a pandemia, surgiu um novo canal de divulgação para os produtos de lojas virtuais no maior buscador do país, o Google Shopping. Funciona como uma vitrine virtual para todo e qualquer ecommerce.

Antigamente esta ferramenta estava disponível apenas para anunciantes. Agora, os sites orgânicos vão aparecer no carrossel na SERP na aba Shopping também. É uma grande vitrine gratuita para as empresas no buscador, uma ótima oportunidade para potencializar as vendas das empresas.

Ou seja, para os negócios que trabalham com SEO, essa é uma ferramenta importante e que impactou bastante os resultados dos comerciantes.

Potencialização do SEO: estratégia cresceu como nunca

SEO é uma estratégia orgânica, ou seja, não precisa de investimentos financeiros para colocá-la em prática. Por isso, essa técnica de Marketing Digital cresceu bastante durante a pandemia.

Afinal, qual comerciante quer melhorar seus resultados na internet sem gastar com isso? É um momento de crise, então muitos viram o SEO como a solução. De fato, ajudou e continua auxiliando muitos empreendedores a continuarem e aumentarem seus resultados online.

Um dos métodos de SEO é o Marketing de Conteúdo que também sofreu algumas mudanças. Além do que já foi citado sobre o comportamento da população, o Google está mais exigente quanto à segurança das informações.

Ainda mais se o conteúdo aborda COVID19 de alguma forma. Mais do que nunca, é preciso de textos informativos e com dados confiáveis. O CEO da Google, Sundar Pichai, afirmou:

“Nossos times de confiabilidade e segurança estão trabalhando contra o tempo para salvaguardar todos os nossos usuários de possíveis fraudes, teorias da conspiração, malware e todo tipo de desinformação.”

Avanço do consumo local

O consumo local já era uma tendência antes da pandemia, por diversos motivos. Após a chegada do COVID19, este consumo cresceu bastante. Muitas pessoas optam pelos comércios pequenos para ajudarem durante a crise e já conhecerem a qualidade dos produtos, terem mais confiança.

O que isso impacta em SEO? É um ótimo momento para fazer um posicionamento geolocalizado das empresas nos buscadores. Ou seja, dar mais atenção para palavras chave como “ Loja de roupas femininas São Caetano do Sul”, por exemplo.

Outro impacto é que a principal ferramenta do Google para estimular esses comerciantes é o Google Meu Negócio. Durante a pandemia, o buscador adicionou mais informações a essa ferramenta.

Então, atualizar o Google Meu Negócio sempre que possível é fundamental. Além de colocar as informações sobre atendimento – ainda mais durante a pandemia com as normas de isolamento social – é importante para os clientes se informarem sobre o estabelecimento.

Além de que essa ferramenta possibilita posts e interações. Agora mais do que nunca, é preciso atualizar também essa ferramenta.