Mídia Programática: Entenda quais são os formatos de compras existentes

Mídia Programática: Entenda quais são os formatos de compras existentes

5.00/5 (1 voto)
Por ROI Mine

A compra de anúncios com o uso de inteligência artificial, baseada em dados da audiência, está mudando a forma com que os espaços publicitários online são negociados. Mas não é só isso, pois, a partir da utilização da tecnologia dos dados, a previsão é que as campanhas sejam cada vez mais personalizadas e com maior percentual de retorno por investimento.

De fato, a facilidade que a mídia programática permite ao centralizar e medir resultados de anúncios de forma unificada e assertiva deixa a operação das campanhas muito menos complexa. Apesar disso,  a orientação de um estrategista para utilização das plataformas e gerenciamento inteligente para uma boa performance, continua sendo indispensável para as campanhas automatizadas.

Como já falamos aqui o que é mídia programática, hoje, nos aprofundaremos um pouco mais apresentando as formas de pagamento e compra de mídia programática. 

Tipos de compra

  • Compra automatizada garantida: os inventários já  são reservados e com preço de pagamento fixo, para apenas um comprador;
  • Compra não reservada com taxa fixa: os inventários têm um valor fixo para pagamento, não é reservado e está disponível apenas para um comprador, geralmente, alguns anunciantes já estabelecidos têm preferência antes que o leilão seja aberto para todos;
  • Leilão privado: compradores convidados participam de um leilão de inventários não reservados. É definido um preço mínimo antes que o leilão seja aberto;
  • Leilão aberto: lances em tempo real para inventários não reservados com diversos compradores. 

Pagamento fixo e por leilão

Existem duas formas de definir o pagamento: por meio de sistema de leilão ou pagamento fixo. Geralmente, o pagamento fixo ocorre em compras de espaços publicitários tradicionais em grandes portais. O valor é definido previamente com o publisher, normalmente por “CPM”, ou seja, “Custo por mil impressões”, que independe de número de cliques e que o pagamento é feito quando o anúncio contabiliza mil impressões de usuários. 

Também há possibilidade de trabalhar com Custo por View, Custo por Download ou Custo por Instalação, Custo por Clique e Custo por Aquisição.

O pagamento por leilão funciona como já conhecemos, ou seja, o maior valor de lance ganha o espaço para o anúncio. Assim que o inventário é disponibilizado, os lances acontecem em tempo real. Os  inventários podem ser reservados e não reservados. 

Os inventários que não são reservados ficam disponíveis em uma AdExchange e quem quer tenha acesso a um DSP poderá dar um lance. Por outro lado, os inventários reservados, alguns anunciantes são preferenciais em um leilão privado.

Planejamento de campanha é muito importante

Para definir o tipo de compra e pagamento de mídia programática, é importante que o planejamento esteja bem estruturado e alinhado com todas as partes envolvidas.

Ter claramente quais são os objetivos da campanha programática, conhecer além dos dados demográficos do público-alvo e atuar com diferentes tipos de criativos é essencial para que os esforços  da mídia programática resultem em boas conversões.

Está esperando o que para começar a investir e alavancar seus resultados? Venha bater um papo conosco.

Entre em Contato


Cadastre-se para receber
informações que te ajudarão
a se destacar no mercado