Data driven: o que é e como aplicar?

Data driven: o que é e como aplicar?

Por ROI Mine

Data driven é a denominação para processos embasados na coleta e análises de dados. É um meio estratégico para tomada de decisões, mapeamento de tendências e entender o comportamento do público-alvo para direcionar campanhas efetivas.

Ao ser traduzido, data driven significa guiado por dados. E é exatamente isso, porque quantificar e analisar o comportamento do consumidor a partir dessas informações, hoje em dia, é bastante importante para melhorar resultados digitais.

Esse método é usado no ambiente digital, já que neste é possível coletar um grande número de dados. Empresas Data Driven então, são aquelas que usam estas informações para fazer combinações, análises e interpretações.

Somente depois deste processo que a organização segue com suas estratégias e objetivos, tendo os dados como um guia – como o próprio nome indica. É uma técnica usada em diversos segmentos, mas principalmente, no marketing digital.

Isso porque, os resultados na internet dependem do conhecimento de seu público-alvo. Por exemplo, não existe motivo para fazer uma campanha no Instagram, se os possíveis clientes da marca estão no Facebook.

Dado que pode ser determinante no sucesso do negócio no ambiente digital. Então, basicamente, data driven é o uso de informações para a tomada de decisões assertivas e assim, marcas conseguem se destacar em um mercado tão competitivo.

Talvez esteja se perguntando como este processo todo funciona, se é realmente algo benéfico e se deve ou não começar a utilizar no seu negócio. São dúvidas como estas que solucionamos a seguir.

Acompanhe este conteúdo para entender o que é data driven e como usar este método tão eficiente.

O que é data driven na prática? 

Definir estratégias pelos gostos pessoais dos donos, gerentes e líderes de empresas ficou no passado. Atualmente, a maioria dessas decisões são tomadas de acordo com dados reais e importantes sobre o segmento.

Com essas informações, as empresas conseguem ter respostas concretas e confiáveis em diferentes aspectos. Essas que podem ser usadas para várias áreas empresariais, como o marketing, setor de vendas, desenvolvimento de negócio e novos produtos, por exemplo.

Quais informações é possível  conseguir com o data driven? São muitas, das mais simples como gênero e média de idade do seu público-alvo, como também alguns dados mais detalhados, como quantas vezes um cliente entrou em um determinado site.

Em qual momento o cliente deve ser abordado para aumentar as chances de conversão, qual plataforma usar, quais parceiros podem ser aliados para trazer bons resultados e perfil do possível cliente são alguns exemplos disso.

Como Data Driven é feito?

Empresas que usam este método são facilmente reconhecidas, porque além do olhar estratégico, contam com uma equipe especializada em gestão e análise de dados – fator essencial para que o data driven seja eficiente.

Essa estrutura se dá por analistas, softwares e algumas plataformas que viabilizam a coleta e armazenamento de informações, usando os algoritmos para cruzar grandes volumes de dados e os transformá-los em respostas assertivas para a empresa.  Ou seja, não é algo feito a mão, demandando um trabalho enorme.

Com o auxílio dessas ferramentas que combinam automação com inteligência artificial, a equipe é responsabilizada pela interpretação destes dados e transformá-los em informações úteis, gerando insights e determinando como aplicá-las em campanhas e estratégias em diversos setores da empresa.

Vale a pena investir em data driven?

Principalmente nas ações de Marketing Digital, estratégias baseadas em dados aumentam significativamente os resultados online de uma empresa. Além de permitir que com suas campanhas, as marcas possam ter uma linguagem personalizada ao seu público e se aproximar de seus possíveis consumidores.

A partir disso, é mais fácil criar estratégias de marketing que acertarão em cheio as necessidades do consumidor, aumentando seu número de conversões. Outros pontos positivos em usar esse método é a agilidade na tomada de decisões importantes e redução de custos com campanhas pouco assertivas.

Diversas ações no marketing digital são baseadas na produção de conteúdo, como em SEO e redes sociais, por exemplo. Nessa questão, os dados dão um direcionamento de qual caminho seguir durante essas estratégias.

As informações dos consumidores, podem revelar qual tipo de conteúdo os interessam mais, qual linguagem usar, tipo de imagem que chamam mais atenção, entre outros fatores.

Ou seja, esses dados indicam como fazer o melhor conteúdo para aquele público, que será mais relevante e vão conseguir prender sua atenção. Serão mensagens direcionadas que aumentarão o resultado de campanhas orgânicas também.

Um dos fatores mais importantes no ambiente online é a experiência do consumidor. Com algumas informações é possível otimizar sites, entender em qual processo o comprador sai do carrinho de compras, entre outros aspectos que podem melhorar essa experiência e aumentar as vendas de um e-commerce, por exemplo.

Montar uma estrutura data driven ou contratar um agência digital que faça esse tipo de campanha pode ser vista como investimento, já que o retorno é certo e a médio e longo prazo, valerá mais a pena do que imagina.

Entre em Contato


Cadastre-se para receber
informações que te ajudarão
a se destacar no mercado