big data

Big Data e Data Driven: como estes termos estão relacionados?

Uma pesquisa realizada por organizações de tecnologia, como a MicroStrategy, identificou que mais de 60% das empresas no Brasil usam dados em suas estratégias. 

95% dos entrevistados afirmaram ainda que essas informações são componentes cruciais, determinante para o sucesso de suas estratégias. Não é novidade para ninguém que o uso de dados transformou o mundo digital. 

Na área de Marketing Digital, em especial, o levantamento, armazenamento e análise de dados são técnicas usadas para tomadas de decisões mais assertivas e eficientes. 

Ou seja, as informações são tão importantes que estão guiando o comportamento das empresas. No mundo do Marketing de dados, existem dois termos muito importantes que são confundidos frequentemente. 

Big data e data driven: são a mesma coisa? Embora os nomes se pareçam e se tratem de estratégias que envolvem dados, esses termos não se referem ao mesmo conceito. 

Ambos os termos ficaram bastante conhecidos ultimamente e podem trazer resultados excelentes para as empresas. Desta forma, é imprescindível saber o que é big data data driven e como incorporar esses conceitos em estratégias empresariais, em especial, de marketing digital.

 

Big data x data driven: o que são?

São termos diferentes mas que se relacionam na prática. Basicamente, Big Data é um conjunto de ferramentas de TI que permitem a captura, armazenamento e análise de dados.

Data driven é uma estratégia empresarial, na qual as decisões do negócio são tomadas a partir do entendimento de diversos dados. Grandes empresas utilizam essa metodologia em suas estratégias.

É o caso da Netflix, Amazon, Spotify, Itaú, Facebook e outras diversas plataformas digitais. Entre os streaming de filmes e músicas, é comum que a empresa utilize os dados do usuário para indicar filmes que lhe interessem ou criar uma playlist com base nos seus gostos.

Ou seja, a plataforma captura dados do usuário, analisa e entrega conteúdos que possam lhe interessar – estratégia guiada por dados.

Não se preocupe, vamos nos aprofundar no tema para não restar dúvidas!

 

O que é Big Data

Big Data analytics é a análise e a interpretação de grandes volumes de dados. Já as soluções de big data são as ferramentas que permitem profissionais de TI trabalhar com informações estruturadas ( que só podem ser analisadas por humanos)  ou não-estruturadas (podem ser analisados por softwares) a uma grande velocidade.

Big Data é a área que estuda como capturar, tratar e analisar dados. São conjuntos de informações grandes demais para serem analisados por sistemas tradicionais. Em outras palavras, refere-se à capacidade de armazenamento e de processamento de um número imensurável de informações distintas entre si.

O que são esses dados? Tudo o que é feito na internet, por exemplo, gera dados para alguma plataforma. Exemplo: ao fazer pesquisas no Google, a plataforma captura os dados para identificar quantas buscar determinado tema tem no dia e quais os assuntos de interesse dos usuários. 

No Facebook, é comum entrarmos em uma “bolha”. Já ouviu falar nisso? A rede social captura e analisa os dados de cada usuário, percebendo seus interesses e coloca diversos posts sobre esses assuntos na timeline da pessoa.

Todas as pesquisas, cookies em sites, preenchimento de informações… tudo gera dados na internet, até mesmo o tempo em que permanece em alguma página.

 

O que é data driven?

Data driven é traduzido para “guiado por dados”. É exatamente esse o significado do termo: se refere a empresas com olhar estratégico que tomam decisões a partir da análise de interpretações dessas informações importantes.

Dados que podem ser usados para várias áreas empresariais, como o marketing, setor de vendas, desenvolvimento de negócio e novos produtos, por exemplo.

Ou seja, data driven é uma estratégia que usa dados para a tomada de decisões internas e externas de uma empresa. Geralmente, o setor de vendas, marketing, publicidade, e empresas podem ser data drivens – guiados pela análise e interpretação de dados.

É o caso da ROI Mine, agência de Marketing Digital data driven, guiada por dados, especializada em criar estratégias baseadas em informações assertivas. 

Desta forma, ao criar uma campanha digital, por exemplo, a equipe de marketing digital analisa o perfil dos usuários da rede social, público-alvo, temas de interesse, hábitos de consumo, entre outras informações. 

Como essa estratégia é feita? Geralmente, as empresas contam com profissionais especializados em dados ou softwares e algumas plataformas que viabilizam a coleta e armazenamento de informações. 

Ou seja, usa o conceito de Big Data no armazenamento e análise de dados. Por isso, um termo complementa o outro. 

 

Como Big Data e Data driven se relacionam 

Agora que ficou claro o que os termos significam, é mais fácil compreender a relação entre eles. Big Data é o conceito de armazenar, coletar e interpretar dados em prol de estratégias empresariais.

As soluções de big data são as ferramentas e softwares que colocam esse conceito em prática. Já a estratégia Data Driven se refere às empresas que utilizam esses dados e essas ferramentas durante o processo de tomada de decisões.

Assim criam estratégias e campanhas mais assertivas, eficientes e que tragam mais resultados para a empresa.